sexta-feira, 20 de março de 2009

Polícia da Câmara faz inventário dos bens de Clodovil para evitar sumiço de objetos

URL: http://redir.folha.com.br/redir/online/folha/brasil/rss091/*http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u538077.shtml


A Polícia Legislativa da Câmara realizou na noite desta quinta-feira uma investigação na residência do deputado Clodovil Hernandes (PR-SP), morto nesta semana, para levantar os bens deixados pelo estilista. Como Clodovil não tem herdeiros declarados, a Câmara vai se tornar depositária dos seus bens --para evitar o sumiço de parte dos objetos pessoais do deputado. Assessores da Câmara afirmaram à Folha Online que, como diversos amigos e funcionários do deputado têm a chave do seu apartamento, a instituição pelo sumiço de seus bens. Por esse motivo, a Polícia Legislativa vai elaborar um inventário com os pertences do estilista. Como a Câmara não foi notificada da existência de um testamento do deputado, argumenta que tem por obrigação preservar os seus bens. No momento da investigação, assessores de Clodovil estavam no apartamento. Como não foram informados da visita dos policiais legislativos, começaram a suspeitar que os agentes investigavam a morte do deputado. Leia mais (20/03/2009 - 17h29)
Postar um comentário