quinta-feira, 26 de março de 2009

De Sanctis cita Madoff e Josef Fritzl para justificar prisões na Camargo Corrêa

URL: http://redir.folha.com.br/redir/online/folha/brasil/rss091/*http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u540665.shtml


Criticado pelas seguidas ordens de prisão ao banqueiro Daniel Dantas durante a Operação Satiagraha, em julho do ano passado, o juiz Fausto Martin De Sanctis, da 6ª Vara Criminal da Justiça Federal em São Paulo, cuidou de justificar com excessivos detalhes os mandados de prisão expedidas na Operação Castelo de Areia, deflagrada nesta quarta-feira (25). A operação da Polícia Federal resultou na prisão de dez pessoas. Entre elas, quatro diretores e duas secretárias da construtora Camargo Corrêa. De acordo com a PF, a operação foi deflagrada para desarticular uma suposta quadrilha inserida na construtora.
10.nov.08/Folha Imagem
Em decisão, Fausto De Sanctis afirma que "refletiu muito" antes de ordenar prisão de diretores da construtora Camargo Corrêa
Em decisão, Fausto De Sanctis (foto) afirma que "refletiu muito" antes de ordenar prisão de diretores da Camargo Corrêa
Leia mais (26/03/2009 - 07h32)
Postar um comentário