domingo, 17 de junho de 2012

Maluf se coliga ao PT em troca de cargo no governo federal

URL: http://www.implicante.org/blog/maluf-se-coliga-ao-pt-em-troca-de-cargo-no-governo-federal/


Sim, não é meramente um apoio, mas COLIGAÇÃO. O PP, de Paulo Salim Maluf, está COLIGADO ao PT – a boa e velha "aliança". Não há motivo para surpresas: ele é aliado desde 2003, no ano seguinte fez dobradinha com Marta no segundo turno para a prefeitura e assim por diante.

Mas, como se sabe, nunca são simples as notícias com a grife Maluf. Vejam trecho de reportagem do Estadão, voltamos em seguida:

Maluf ganha secretaria em ministério e fecha apoio a Haddad em SP – PT garante cargo a aliado de Maluf em Brasília e conquista 1min35s na propaganda eleitoral – O PP de São Paulo decidiu apoiar o pré-candidato do PT à Prefeitura da capital, Fernando Haddad. A decisão foi confirmada depois que o presidente estadual pepista, Paulo Maluf, conseguiu emplacar um aliado na Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental do Ministério das Cidades. A pasta é controlada pelo PP, por meio do ministro Aguinaldo Ribeiro, que conduziu as articulações com os petistas (…)" (grifos nossos)

Sim, amigos, é PAULO SALIM MALUF, um dos quatro brasileiros que figuram na lista internacional denominada The Grand Corruption Cases Database Project, da qual também participa Daniel Dantas, sócio majoritário da Editora Três, da Revista ISTOÉ.

Parece sacanagem com a militância. Ainda ontem, batiam no peito enaltecendo Erundina (escorraçada do partido quando participou do governo Itamar e, antes disso, vítima de uma verdadeira baixaria de parte do PT paulistano, quando era prefeita).

Mas os rojões ideológicos foram abafados pelo anúncio da COLIGAÇÃO com Paulo Maluf e, claro, a forma como ela foi obtida: cargo no Governo Federal para um chapa do ex-prefeito e atual procurado pela Interpol.

Como ficam os que ontem aplaudiram a presença de Erundina? Tremenda rasteira, né? E não adianta dizer que fulano ou sicrano "também queriam" Maluf, porque é uma COLIGAÇÃO conseguida mediante fisiologismo descarado. O GRANDE E INDESCULPÁVEL PROBLEMA é a troca de um cargo pelos minutos na TV (coligação). Isso sim é inaceitável sob qualquer ponto de vista.

Outras dúvidas são o slogan do "homem novo para tempo novo" e se Malufão vai de vice ou só entra com os minutos, mesmo. No mais, cantem como o antigo jingle malufista:

Haddad é Paulo porque Paulo recebeu favor; um aliado nomeado, sim senhor"

Leia também:

  1. Maluf garante: novo ministro das Cidades é um “santo” e “vai direto pro céu”
  2. Luiza Erundina é oficializada como vice de Haddad
  3. Para sair do isolamento, Haddad diz ter liberado mais verbas para o PSB do que para o PT
  4. Universidade Federal de Guarulhos chama a polícia para prender alunos
  5. Haddad, o “desprezível”

Postar um comentário