sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Servidores reagem à lei e intimidam quem busca dados sobre salários na web - Política - Correio Braziliense

Vagabundo é isso aí. Dependem do seu dinheiro, mas não querem
mostrar o quanto ganham.

***

A divulgação dos salários dos servidores do Congresso Nacional, de
forma nominal, está provocando constrangimentos. Os funcionários do
Senado e da Câmara sabem, por meio da intranet, quem acessou o banco de
dados para ter acesso aos seus vencimentos. Isso acontece porque o
sistema de consulta nas páginas eletrônicas das duas Casas obriga que o
cidadão interessado preencha um formulário com nome, CPF, endereço e
até CEP. Essa exigência só é feita no Congresso. Nos demais órgãos do
Legislativo — como o Tribunal de Contas da União — e em todos os órgãos
do Executivo e do Judiciário a consulta é livre e sem necessidade de
identificação do interessado nas informações.

Uma taquígrafa do Senado chegou a trocar mensagens ofensivas com um
cidadão que consultou o salário dela. Ela perguntou, por e-mail, por
que o interesse pelo valor da sua remuneração, falando que era
"bisbilhotice" e chamando o interessado de "fofoqueiro". Ele respondeu
que apenas estava fiscalizando, como cidadão, os valores gastos pela
Casa com pagamento do pessoal e que, pela Lei de Acesso à Informação,
ele não precisa explicar o motivo da consulta. --
http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica/2012/10/12/interna_politica,327811/servidores-reagem-a-lei-e-intimidam-quem-busca-dados-sobre-salarios-na-web.shtml


--
Linux 3.6.0: Terrified Chipmunk
http://www.youtube.com/DanielFragaBR
Postar um comentário