terça-feira, 8 de maio de 2012

Chico Buarque pega dinheiro público para ser traduzido para o coreano

URL: http://www.implicante.org/noticias/chico-buarque-pega-dinheiro-publico-para-ser-traduzido-para-o-coreano/


por Flavio Morgenstern

Saiu no Radar da Veja:

“Chico Buarque vai receber uma ajuda financeira indireta do Ministério da Cultura, comandado pela irmã Ana de Hollanda. O empurrão financeiro vai ajudá-lo a vender livros no mercado asiático.

A Biblioteca Nacional acaba de aprovar o financiamento para a tradução para o coreano do livro Leite Derramado. Em 2011, o MinC chegou a cancelar o apoio da tradução do mesmo livro para o francês devido à possibilidade de conflito fraternal de interesses.

Agora, amparado em decisão da Comissão de Ética Pública, Ana não tem mais obstáculos legais para ajudar o irmão.”

O Implicante™ sempre foi pautado por princípios sólidos para prestar o bom jornalismo. Aqui, deixamos claro:

  • Mentira é ruim.
  • Nepotismo é ruim.
  • Superfaturamento é ruim.
  • Desperdício de dinheiro público é ruim.
  • Preconceito é ruim.
  • Chico Buarque é ruim. (esse é um dos temas em que não há consenso entre a equipe do Implicante)

Seja como for, há algo de podre no Reino da Dinamarca quando ele, Chico Buarque, aquele que tem olhos azuis e, por isso, pode rimar “sacrifício” com “mulher sem orifício” e, sobretudo, “sol” e “futebol” com “rock’n'roll”, precisa pedir uma ajudinha do governo para praticar uma distribuição de renda e encher a burra.

Mas não há nada fora do comum quando o suposto maior cantor mundial da MPB (e que tem olhos azuis) precisa de uma verbinha pública para ser traduzido? Falar mal de Chico Buarque logo estará sendo discutido no STF como o primeiro crime a ser punido com pena de morte no país. É a religião oficial do país. Segundo o índice Folha-se, sua popularidade bate em 749 pontos percentuais a popularidade do próprio Lula. Um livro de Chico deve fazer com que J. K. Rowling pense duas vezes antes de lançar o novo Harry Potter no mesmo mês.

Por que diabos logo Chico Buarque ele próprio precisa ganhar uma rouanetada do Papai Noel?!

Para aumentar o grau de non sense, o livro vai ser traduzido logo para o coreano. É de pouca monta lembrar que sua editora não deve ter bons laços comerciais com a Coréia do Norte. Chico Buarque – ele, o Chico –será traduzido apenas para a Coréia do Sul. Toda vez que citamos a Coréia do Sul por aqui como exemplo de país que deu certo (era mais pobre do que o Haiti na década de 50, se é que é possível conceber isso, e hoje seus trabalhadores vão para o trabalho com carros que exportam ao mundo todo, ombreando com gigantes italianos, alemães e japoneses), somos pechados como alienados pelo mercado, ou algo que o valha.

Chico é que tem preocupação social. Chico é que vota no Lula. Chico é que é homem de verdade. Chico é que tem olhos azuis. Chico é que está preocupado com distribuição de renda.

E Chico é que anda precisando do seu dinheiro para traduzir sua obra. Vamos dar uma esmolinha para o melhor da cultura mundial da MPB aí, companheiros?

 

Flavio Morgenstern é redator, tradutor e analista de mídia. Nunca escreveu músicas kibando Guy de Maupassant. No Twitter, @flaviomorgen

Não há nenhum texto relacionado a este .

Postar um comentário