quinta-feira, 5 de abril de 2012

EBC gasta mensalmente R$ 935 mil em aluguel de sede inútil

URL: http://www.implicante.org/noticias/ebc-gasta-mensalmente-r-935-mil-em-aluguel-de-sede-inutil/


O jornalista da TV Bandeirantes, Fábio Panunzzio publicou em seu blog informações sobre o desperdício de dinheiro público gerado pela Empresa Brasileira de Comunicação (EBC). De acordo com o jornalista, só com o aluguel de uma sede sem condições de funcionamento a estatal gasta mensalmente quase R$ 1 milhão. A sangria começou em 2009 e perdura até hoje. Abaixo reproduzimos um trecho do texto que pode ser lido na íntegra aqui.

A Empresa Brasil de Comunicação,que é responsável pela operação da TV Brasil,  desperdiça mensalmente pelo menos R$ 935 mil com o pagamento inútil de aluguéis  do espaço onde foi montada sua nova sede, no subsolo do Edifício Venâncio 2000, no Setor Comercial Sul de Brasília. O desperdício começou em 2009, quando, a despeito de não se enquadrarem nos requisitos técnicos do projeto, as instalações foram alugadas com dispensa de licitação.

De acordo com o extrato do contrato publicado na edição de 18 de dezembro de 2009 do Diário Oficial da União, a área tem 19,34 mil metros quadrados. Ali deveriam ser instalados cinco gigantescos estúdios e oito estúdios de rádio. Passados quase dois anos e meio — e a despeito da gigantesca obra de reforma — as instalações continuam imprestáveis para o fim a que se destinavam.

Os estúdio da TV Brasil continuam funcionando nas dependências exíguas e precárias do edifício situado na quadra 702 da Asa Norte, de onde deveriam ter se mudado em meados de 2010. O espaço não comporta mais a operação. Esse prédio, se o plano original tivesse sido levado a efeito, deveria ter sido alugado para compensar parte dos custos da locação do novo imóvel. Até hoje, no entanto, isso não aconteceu. Não há sequer data prevista para a mudança.

(…)

A inutilidade do porão alugado pela EBC só não é total por dois motivos. Primeiro, porque uma parte da administração se mudou para lá para não deixar o prédio às moscas. Segundo, porque ele eventualmente faz as vezes de salão de festa para cerimônias oficiais. Foi lá, por exemplo, que a nova diretoria da EBC tomou posse no dia 9 de dezembro de 2011.

Na fotografia do evento, que reproduzo ao lado (reprodução acima), pode-se notar que os estúdios receberam todo o equipamento necessário para as transmissões que nunca aconteceram. Suportes de iluminação,luminárias e refletores, vedação acústica e eletromagnética caríssimas, tudo isso ajudou a fazer brilhar a  posse dos jornalistas Nelson Breve, na Presidência, e Eduardo Castro, na diretoria-geral da EBC.

Lei mais aqui.

Leia também:

  1. ANP gasta menos com fiscalização do que Petrobras com cafezinho
  2. SUS gasta R$ 14 milhões com cirurgia e internação de mortos
  3. Ex-ministro é processado por aluguel superfaturado da Vila do Pan
  4. TCU cobra devolução de R$ 5,5 mi por aluguel da Vila do Pan
  5. Metade das cidades-sede da Copa tem problemas com transporte, segundo ministro

Postar um comentário