segunda-feira, 30 de maio de 2011

CGU se recusa a investigar ascensão patrimonial de chefe da Casa Civil

URL: http://estadao.feedsportal.com/c/33043/f/534107/s/1567335e/l/0L0Sestadao0N0Bbr0Cnoticias0Cnacional0Hcgu0Ese0Erecusa0Ea0Einvestigar0Eascensao0Epatrimonial0Ede0Echefe0Eda0Ecasa0Ecivil0H72550A70H0A0Bhtm/story01.htm


BRASÍLIA - Duas semanas depois de revelada a vultosa evolução patrimonial do ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, o que gerou suspeitas sobre tráfico de influência, a Controladoria-Geral da União (CGU) se recusa a abrir sindicância para avaliar o caso, apesar de decreto presidencial


Postar um comentário