sexta-feira, 4 de maio de 2012

A genuína demanda criada pelo mercado versus a demanda artificial criada pelo estado

URL: http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=1298


federal.jpgQual o problema em se estimular a economia e o emprego por meio de gastos do governo?  Porque gastos do governo, ao contrário de estimular o necessário acúmulo de capital, geram seu consumo e consequente esgotamento.

A demanda de mercado é satisfeita por empreendedores que incorrem em riscos.  Ou eles obtêm êxito em produzir e vender justamente aquilo que os consumidores querem (e, consequentemente, são recompensados por isso), ou eles fracassam e se mostram incapazes de ofertar aquilo que os consumidores queriam (e, consequentemente, pagam o preço por este seu julgamento mal sucedido, incorrendo em prejuízos).  Esta constante necessidade de estar sempre tendo de agradar aos consumidores implica necessariamente prudência e poupança para os contínuos investimentos futuros.

Já a demanda do governo é financiada pelo dinheiro extraído via impostos.  Os cidadãos pagadores de impostos são obrigados a sustentar os desejos e projetos de uma elite de políticos e burocratas coligada aos grandes setores empresariais, que são poderosos lobistas.  Tal demanda, totalmente artificial, gera desperdícios de capital e investimentos insustentáveis, muito embora seja bastante eficiente para encher os bolsos daqueles mais bem conectados politicamente.  Nenhum sacrifício é exigido da parte deste grupo beneficiado -- todo o capital é confiscado da sociedade e redistribuído entre eles.

Postar um comentário